Artesanato

No artesanato impunham-se em tempos antigos, as artes de sapateiro, da bordadeira (indispensável para os enxovais das noivas), do cesteiro (cestos e cestas, poceiros e poceiras) e da tecedeira (mantas de trapos feitas em tear). Havia quem se dedicasse à confecção de rodilhas (com restos de tecido), que serviam para aliviar o peso dos cântaros e dos poceiros à cabeça das mulheres, e de canos de lã (meias sem pé feitas com cinco agulhas).